Controles Adaptados: Conheça as desvantagens em relação aos controles de PS4 normais

controles adaptados

Controles adaptados, ou modificados, de marcas como Scuf tem ganhado o mercado, mas apresentam grandes desvantagens em relação aos normais como Razer e Xbox Elite

Dentre as várias opções de consoles disponíveis no mercado gamer, o PS4 certamente é um dos preferidos. A quarta geração do PlayStation tem uma enorme gama de jogos disponíveis, além de diversos tipos de controles compatíveis. Com várias faixas de preço, os controles são essenciais para quem deseja jogar com amigos ou aprimorar a jogabilidade. Dentro desse universo, se encontram os controles adaptados, podendo ser customizados de forma diferente por cada usuário, vendidos pela marca Scuf. Muitos jogadores, quando estão em busca de melhorar a experiência, ficam na dúvida entre adquirir um deste tipo ou um normal.

Controles com opções customizáveis têm sido bastante procurados pelos jogadores de uns tempos para cá. Botões intercambiáveis, almofada direcional e gatilhos modificáveis são algumas das mudanças possíveis de realizar. Existem diversas opções no mercado que oferecem diferentes possibilidades que melhoram o desempenho dos jogadores por diversão ou os que buscam se profissionalizar. 

A marca, que é líder quando o assunto são controles adaptados, aposta em muitas firulas no controle Vantage, mas peca em quesitos básicos de funcionalidade. Confira alguns motivos para os controles modificados não serem tão recomendados quanto os profissionais da Razer e outras marcas:

Construção do controle

Um aspecto importante ao analisar um controle é a sua construção. Um material de qualidade faz a diferença na pegada do console. No caso do modelo Vantage, da gigante Scuf, não espere um acabamento premium como o do Xbox Elite, por exemplo. A primeira impressão do dispositivo é de que o plástico utilizado não é de boa qualidade e tão resistente quanto o esperado pelo seu preço, por volta de US$169 e US$200 fora do Brasil. Valores referentes às versões com e sem fio, respectivamente.

Customização e jogabilidade: realmente são um ponto forte?

Um grande atrativo, senão o maior, é a customização em si. Um ponto fraco desse tipo de controle é a ausência de botões traseiros. No lugar, se encontram hastes removíveis na parte traseira do console. O que pode parecer um detalhe, causa desconforto e prejudica a jogabilidade do usuário. O thumbstick, um dos elemento básico das funções do dispositivo, é falho. Na hora de uma partida importante de seu jogo preferido, ninguém quer ser deixado na mão pelo controle. No modificado, a mira pode ser comprometida e é um enorme contra.

Além disso, as polêmicas hastes traseiras que substituem os tradicionais botões também tem seus problemas. Não somente são difíceis de remover, seu formato pontiagudo são muito desconfortáveis para fazer qualquer alteração na área. Apesar das quatro hastes, apenas duas são realmente acessíveis.

Alternativas aos Controles Adaptados

Se você busca performance e confiabilidade em um controle, procure investir em um profissional Razer, Nacon ou Xbox Elite.

Fique atento em nosso blog para saber mais sobre esse tema e muito mais do mundo gamer e tecnológico!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá! Obrigado por entrar em contato com a MECA FIX!
Como podemos ajudar?