Projetores DLP e LCD: Diferenças e Vantagens das Tecnologias

dlp ou lcd

Se você está procurando um novo projetor e está na dúvida entre a projeção DLP e LCP, saber qual tecnologia cada modelo utiliza é importante para encontrar o aparelho ideal.

Os projetores são capazes de oferecer uma experiência de reprodução de conteúdo única. Dependendo do modelo, também bastante prática. Com modelos compactos e portáteis atualmente é possível reproduzir até mesmo streaming. Alguns projetores possuem alto-falantes embutidos e conectividade Bluetooth, o que os torna verdadeiros dispositivos multiuso.

Com projetores maiores é possível até mesmo criar um cinema na sala de casa. Você fica com uma tela digna de cinema e resolução de encher os olhos. No entanto, embora existam modelos que se destacam em qualidade e custo-benefício, há muitos fatores a serem levados em consideração na hora de adquirir um projetor novo.

A quantidade de lúmens, resolução máxima permitida e as principais fabricantes são alguns dos fatores mais importantes a serem considerados. Isso porque cada projetor possui características em sua composição que influenciam diretamente na experiência de uso. Portanto, o modelo deve ser escolhido pensando em suas necessidades. 

Tecnologia de projeção – DLP e LCD

Essa deliberação deve ir além das opções de resolução HD, Full HD e 4K e incluir a tecnologia de exibição utilizada pelo projetor. Isso porque é esse mecanismo o responsável pela qualidade da reprodução. As duas principais tecnologias de exibição utilizadas atualmente em projetores digitais coloridos são a Digital Light Projection (DLP) e a Liquid Crystal Display (LCD). 

Na verdade, quase todos os projetores vendidos usam um desses dois tipos. Existem ainda os projetores do tipo Liquid-Crystal on Silicon (LCoS), capazes de exibir cores ainda mais fiéis. Porém são os aparelhos mais caros do mercado. Portanto, neste momento focaremos nas outras duas opções. 

Tanto a tecnologia DLP quanto LCD são amplamente empregadas na fabricação de telas de TV, monitores e, em particular, projetores. Cada uma tem seus próprios prós e contras e vale a pena saber o que elas oferecem. 

Tecnologia DLP (com chip DMD)

Os projetores do tipo DLP utilizam o chip DMD (Dispositivo de Microespelho Digital). Nesse chip, uma roda de cor é girada para modular a tonalidade. Ela oferece uma ótima imagem com resolução Full HD, além de geometria de imagem e tons de cinza. 

O chip DMD é composto por inúmeros espelhos, cada um deles representando pixels. A luz projetada da lâmpada é direcionada para a superfície espelhada do chip. A partir disso, os espelhos refletem a luz ou param o caminho da lente, ativando ou desativando pixels.

O chip DMD possui vida longa com mais de 100.000 horas de uso sem degradação da imagem garantindo precisão de cores e nitidez por muito mais tempo. Normalmente são equipamentos de fácil manutenção e troca de lâmpada.

Uma das vantagens da tecnologia DLP é seu processador selado. Isso faz com que proteja contra poeira e resíduos externos, diminuindo a necessidade de limpeza e os custos de manutenção do equipamento. A substituição de filtros de ar, por exemplo, é dispensável nesse sistema.

Projetores que usam o sistema de imagem DLP costumam ser os mais baratos do mercado. Por outro lado, oferecem menor qualidade de imagem e brilho em comparação com tecnologias mais avançadas. 

Vale pontuar que existem opções do tipo DLP que usam três chips, sendo um para cada cor. A qualidade aumenta, mas o aparelho sai mais caro do que produtos de apenas um chip.

Tecnologia LCD

Os projetores com tecnologia LCD são considerados como o tipo mais fácil de ser instalado e também o de melhor custo-benefício. Isso porque tal modelo oferece uma projeção parecida com as imagens de TV. Eles usam um sistema que controla separadamente as cores primárias (verde, vermelho e azul). 

O sinal de imagem é enviado na frente da lâmpada, em três painéis de cristal líquido que permitem uma combinação de pixels abertos e fechados. Cada painel tem a tarefa de criar uma imagem usando uma das cores primárias na escala RGB – Red (Vermelho), Green (Verde) e Blue (Azul).

As três imagens, de cores diferentes, são projetadas na tela de uma só vez, gerando a imagem colorida. Com isso, os projetores LCD são capazes de reproduzir uma boa gama de cores e também de luz na imagem projetada. Entregam maior fidelidade de cor, além de contraste e brilho mais eficientes.

DLP x LCD: conclusão

Agora que você já sabe como cada tipo de projetor funciona, resta refletir sobre quais são as suas necessidades de projeção. Cada uma das tecnologias apresenta vantagens e desvantagens, logo, em suma não há melhor ou pior. 

A tecnologia DLP é a mais barata do mercado e apresenta facilidades que podem tornar a experiência mais despreocupada. Principalmente por sua manutenção ser mais simples. No entanto, os projetores LCD inegavelmente entregam melhor qualidade de imagem, semelhante a um aparelho televisivo. 

Portanto, se você está em busca de uma experiência mais imersiva e surpreendente, seria interessante considerar um projetor LCD de alta resolução. Caso a finalidade não exija qualidade de resolução extrema, um projetor DLP com imagem Full HD pode ser exatamente o que você precisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Fale com a MECA pelo WhatsApp!

× Como podemos te ajudar?